Festa Junina que não engorda

colunas_realmommy_falapri

Festa junina que não engorda

Pedimos sugestões pelo instagram sobre que temas vocês gostariam de ler na coluna #falapri no mês de junho.

O tema mais pedido foi Festa Junina que não engorda. Confesso que fiquei bastante surpresa, afinal, nunca escrevi sobre fitness, e a coluna aborda temas relacionados a educação e relacionamento. Porém, pensei que pudesse ser um bom desafio, pensar esse título em uma nova perspectiva.

Gosto muito de praticar esportes e estar em movimento de forma geral, mas isso nunca me fez uma entendedora desse universo. E assim sigo sendo.

Portanto, vamos bater um papo sobre o que está junto desse tema.
Para começar, adoraria conversar sobre o conceito de ENGORDAR.

A primeira coisa que nos vêm a cabeça é criar gordura, aumentar peso, etc.
“Não posso comer esse chocolate, porque vou engordar.”
“Não quero engordar de jeito nenhum.”
Porém, engordar pode ser: tornar (outras coisas) gordas:
“Quero engordar a minha conta bancária”
“Preciso engordar as minhas metas”
Ou seja, engordar pode ser uma coisa boa!

Vamos pensar sempre em engordar nossos sonhos, desejos, vontades, desafios, objetivos, viagens, experiências, trocas, rede de relacionamento, e assim vai.

Entender que ENGORDAR exige um comportamento. Exige ingerir energia. Para engordar a nossa alegria, a vida nos pede VITALIDADE. Para engordar as nossas habilidades comunicacionais, é preciso engordar a nossa coragem.

Para sermos felizes, precisamos estar sempre aumentando o peso dos nossos sorrisos, nossas amizades, companheirismo, solidariedade.
Por outro lado, precisamos perder alguns pesos. O peso da culpa, da ganância, da individualidade, do ego exacerbado.

Na dieta da vida, precisamos controlar os impulsos que nos tragam prejuízos. Precisamos nos proteger de certas tentações. Podemos nos permitir certos prazeres.

Precisamos saber onde, quando e quanto é necessário. Acertar as medidas é um enorme desafio, mas é assim que conseguimos encontrar o equilíbrio, e a receita fica mais gostosa.

Do mesmo jeito que queremos ser um bom exemplo para os filhos em relação a alimentação saudável, precisamos ser um bom exemplo nas ruas, com os vizinhos, amigos, pessoas que cruzam nosso caminho.

Na Festa Junina, rode para lá e para cá. Divirta-se nas brincadeiras. Entupa-se de paçoca se isso for te trazer alegria, e não culpa a posteriori. Combinado? Não coma a pamonha se achar que é um exagero.
Vá dosando, aqui, acolá, e sempre. Você aprenderá com você o que te faz bem, e o que te faz feliz. Já se fez essa pergunta?

Participe da nossa coluna, faça uma sugestão de pauta, seu tema poderá aparecer aqui. Envie e-mail para falapri@realmommy.com.br.

img1448632913989

Priscila Lambach

Pedagoga | Mestre em Psicologia da Educação

Site www.perspectivaop.com

Author: realmommy

Share This Post On

1 Comment

  1. Priscila, gostei da abordagem do tema! Realmente, precisamos engordar nossos valores e virtudes!

    Post a Reply

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.